terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Cap. VI, § 7º, seção 6 - Maria Rosa Naves - a Maricota_ Cc. major Antônio Pedro Naves - o Tonico Naves

- Atualizado aos 08 de julho de 2015 -

Maria Rosa Naves e Antônio Pedro Naves são bisnetos de

Maria Rosa Naves - a tia Maricota e o  Major Antônio Pedro Naves - o Tio Tonico, eram primos.

Casamento - Maria Rosa Naves "tia Maricota"_6.7.3. (3º filho de João Naves Damasceno_6.7. Cc/ Maria Abadia Naves. Natural de Uberaba – MG; neta de José Francisco Naves_6. Cc/ anna Roza de Jesus; nascida em 15 de janeiro de 1879, faleceu em 22 de outubro de 1951); casou-se com 6.4.4 Antônio Pedro Naves “tio Tonico Naves”. (primo, fº de 6.4. Joaquim Naves Damasceno Cc Luiza Cândida De Jesus_ e neto de José Francisco Naves_6. Cc/ Anna Roza de Jesus), natural de Iraí de Minas – MG, nascido aos 9 de fevereiro de 1871, faleceu em 25 de outubro 1941, em Uberaba - MG.


Para conhecer um pouco do Major Antônio Pedro Naves é necessário voltar os olhos para o fim do século XVIII, quando o fabuloso período de abundância do ouro de Minas Gerais entrou em decadência e os mineradores, alucinados por riquezas, passaram a buscar novos pontos de exploração. Foram descobertas algumas jazidas isoladas nas regiões do antigo Sertão da Farinha Podre, atual Triângulo Mineiro – o suficiente para chamar a atenção de muitos deles e disparar uma pequena corrida do ouro. Depois que esgotaram as jazidas do Desemboque, esses homens tiveram que procurar novas atividades para sobreviver. Foram organizadas, então, expedições de povoamento para buscar terras férteis no interior.

Nessas expedições o Sargento-mor Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira, Comandante Regente dos Sertões da Farinha Podre (mais tarde conhecido por Major Eustáquio), encontrou terras mais férteis e decidiu construir a Chácara Boa Vista próxima ao Rio Uberaba. Dois quilômetros adiante, mandou fazer um retiro onde criou algumas cabeças de gado. Atraídas por Antônio Eustáquio, famílias passaram a instalar-se nos arredores de sua propriedade.

- O Jornal Revelação da UNIUBE, sob a coordenação do Profº André Azevedo, em sua robusta pesquisa sobre o patrimônio histórico de Uberaba/MG, menciona Antônio Pedro Naves com a patente de "Major"; em outras publicações, sob a mesma coordenação, faz referência com a patente de "Coronel". No presente estudo genealógico mantivemos a patente de "Major" por ser a mais antiga mencionada em seu trabalho. Ainda não foi possível localizar a publicação no Diário Oficial, para comprovação cronológica das mencionadas patentes -

Gráfico dos antepassados de

Major Antônio Pedro Naves - o Tonico Naves

Maria Rosa Naves - a tia Maricota
clique na imagem para ampliar


Voltemos agora rumo ao século XIX. Uberaba foi um importante posto avançado de comércio – chamado de "boca do sertão" – por ser passagem obrigatória dos mercadores que atravessavam a estrada do Anhangüera e desbravavam sertão em caravanas de carros-de-boi para comercializar produtos de São Paulo (como o sal) e gado de Goiás e Mato Grosso. Depois de um período de baixo crescimento no século XIX, a chegada da Companhia de Estradas de Ferro e Navegação Mojiana, em 1889, incrementou a distribuição de mercadorias, aqueceu a economia da cidade e estimulou o surgimento de armazéns, bancos e indústrias.

Mais tarde, abalados por uma crise no comércio e pela abolição da escravatura, proprietários e políticos de Uberaba incentivaram a imigração. Para se ter uma idéia, até 1901, Uberaba recebeu 156 famílias de italianos. Depois vieram portugueses, espanhóis, árabes, sírios e armênios. Mas a superação da crise se deu quando a criação de gado Zebu – introduzida em 1875 – passou a atingir alta rentabilidade.


Logo chegaremos ao nosso personagem, Antônio Pedro Naves, o primeiro dono do palacete. Muitos uberabenses foram à Índia buscar o "boi de cupim". Até 1921, cerca de 5 mil cabeças foram trazidas para a região. Os criadores do Triângulo Mineiro adaptaram o gado, de forma que o Zebu daqui ficou melhor que o da Índia – mais pesado, precoce e manso, características incomuns na raça tida como indomável. O Zebu teve dois períodos áureos na primeira metade do século XX: um de 1913 a 1921, e outro de 1935 a 1945, ambos impulsionados pelo alto consumo de carne brasileira na Europa, no período das Guerras Mundiais.

Uma das formas que os chamados "Barões do Zebu" encontravam para ostentar sua riqueza era mandando erguer palacetes suntuosos, projetados por arquitetos estrangeiros – especialmente italianos – que soltavam a imaginação para criar cenários de opulência e prosperidade. A arquitetura predominante na época era a chamada eclética – ou seja, reunia em si diversos estilos e escolas estéticas. Essa era a moda nos grandes centros da época, e uma forma de parecer cosmopolita era aderindo ao que de melhor se fazia na arquitetura das metrópoles.

Apesar da ostentação e glória dos barões, outros personagens tiveram papel fundamental na história do Zebu. Foram os mascates – comerciantes aventureiros que desafiavam o sertão, enfrentando sol, chuva e mormaço, cobras, mosquitos e doenças, montando lombo de burro ou cavalo, arrastando cangas de bois para apresentar e vender a raça ainda desconhecida pela maioria dos pecuaristas brasileiros. Chamados de os primeiros "marketeiros" do Zebu, esses homens enfrentaram muita resistência devido à intensa campanha difamatória que a raça sofreu nesta época. – Zebu não é raça, é bicho!, dizia o político Assis Brasil.

De acordo com o registro no Cemitério Municipal, o major Antônio Pedro Naves nasceu em 9 de fevereiro de 1871 – época do Brasil Império. Aos 18 anos, Naves vivenciou o período da Proclamação da República, em 1889. Há dúvidas em relação à sua origem. O livro do cemitério informa que ele é uberabense. A certidão de óbito, disponível no Arquivo Público, registra que ele é de Sacramento. No entanto, fontes da família afirmam que ele nasceu em Iraí de Minas, mas veio morar em Uberaba porque procurava um lugar melhor para educar os filhos.

Fundador e contribuinte do Herd Book Zebu

Enfrentando todas as dificuldades imagináveis na condução do gado pelo Triângulo Mineiro e Mato Grosso, Antônio Pedro Naves conseguiu acumular certo dinheiro e comprou umas terrinhas, incluindo a fazenda Marimbondo. Tornou-se então criador e comerciante de gado, e foi sócio fundador e contribuinte do Herd Book Zebu – a primeira associação criada para exportação de animais, em 1918, e que mais tarde daria origem à Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ).

O estabelecimento do então chamado “Herd Book da raça Zebu” ocorreu em 16/02/1919, por iniciativa de criadores da região do Triângulo Mineiro, em Minas Gerais. O Herd Book da Raça Zebu veio a ser absorvido por outra entidade, a Sociedade Rural do Triângulo Mineiro – SRTM, em 18/06/1934. Em 25/03/1967 a SRTM foi transformada na atual ABCZ – Associação Brasileira dos Criadores de Zebu.

Herd Book da Raça Zebu chegou a emitir certificados de animais que foram exportados para o México e América Central. Do México chegaram aos Estados Unidos. Mas, o desinteresse e a recusa dos poderes públicos em reconhecer esse Serviço fez com que ele quase se extinguisse, até ser absorvido por uma entidade maior, a Sociedade Rural do Triângulo Mineiro – SRTM.

O registro genealógico das raças indianas foi reconhecido pelo Ministério da Agricultura em 1936. Denominado à época Serviço de Registro Genealógico das Raças Bovinas de Origem Indiana – SERBOI, em regime de Livro Aberto, abrangia todo o território nacional em decorrência do Tratado de Roma , firmado naquele mesmo ano, do qual o Brasil foi um dos países signatários.

No ano de 1938, exatamente no dia 17 de julho, consolida-se os primeiros registros genealógicos oficiais de zebuínos, quando o Sr. Presidente da República, Dr. Getúlio Vargas, marca o primeiro animal do Tipo Indubrasil.

Transcorridas seis décadas desde aquele ato, a ABCZ manteve-se fiel aos princípios da pecuária seletiva , sempre consoante com o Ministério da Agricultura. Essa postura consolidou as raças zebuínas no Brasil, que têm, hoje, reconhecimento internacional, sobrepondo inclusive o rebanho da terra mãe - a Índia - em qualidade. De 1938 a 1999 foram realizados 5,3 milhões de RGN’s e 2,5 milhões de RGD’s, envolvendo todas as raças zebuínas.

 
Foto: ABCZ - Associação dos Criadores de Zebu, realiza homenagens aos precursores:  Hugo Rodrigues da Cunha (ao centro) juntamente com sua esposa Naná - Maria Inácia Naves Rodrigues da Cunha, neta do major Antônio Pedro Naves - o Tonico Naves Cc. Maria Rosa Naves - a Maricota (vide abaixo)

Na primeira crise do Zebu, Naves teve que penhorar boa parte de suas propriedades para saldar dívidas. Mas Naves enriqueceu de verdade no período de grande exportação de carne para suprir o mercado europeu durante a 1ª Guerra Mundial. Seu palacete foi construído nessa época.

Não consta que Naves tenha viajado pessoalmente à Índia. Segundo uma nota publicada no jornal Lavoura & Comércio, no domingo de 3 de agosto de 1919, o negociante Luiz de Oliveira Ferreira seguira naquele dia para o Rio de Janeiro, com destino à Índia, para adquirir "uma grande leva de reprodutores indianos para si e para os srs. Dr. José de Oliveira Ferreira e Major Antônio Pedro Naves". No entanto, era possível imaginar a admiração de nosso personagem principal por aquele país, sobretudo devido à arquitetura de seu palacete – com nítidas influências orientais, especialmente do Taj Mahal –, além do nome indiano de uma de suas filhas, Rasma.

Arquitetos sabem que, em um projeto, o profissional "estuda" o seu cliente, ou seja, conhece a visão de mundo e os anseios do futuro proprietário para expressá-los na arquitetura. Aquele palacete, portanto, edificara o universo mental de Naves, um contemporâneo de um dos períodos áureos da história de Uberaba.

O palacete de esquina correspondia a uma área de aproximadamente 900m2 e possuía dois pavimentos divididos em 20 cômodos – treze no térreo e sete no porão. A cobertura era de telhas francesas, e as fachadas divididas em duas partes simétricas, com uma escadaria de acesso central ao térreo. Essa escadaria fazia conjunto com uma pequena galeria protegida por uma balaustrada e uma cobertura estilizada, onde elevava-se um mirante.

Nosso personagem não frequentava muito as páginas dos jornais da época. Em consultas aos arquivos do jornal Lavoura & Comércio, só foram encontradas duas ocorrências: a nota sobre a viagem de José de Oliveira à Índia e a notícia do falecimento de Naves em 1941, sem foto, onde são louvadas as suas virtudes de "conceituado proprietário", "apreciáveis dotes de caráter", "chefe de família exemplar", "cidadão digno e prestimoso", etc. 

Não é difícil imaginar Antônio Pedro Naves, o próspero, numa tarde de sábado, vitorioso no mirante de seu recém construído palacete, relaxando o corpo na cadeira de balanço, lendo as últimas da Gazeta de Uberaba, endereçando cuspidelas na escarradeira de porcelana, enquanto recebia demonstrações de carinho e consideração de seus herdeiros: a esposa, Maria Rosa, e os cinco descendentes, Rasma, Stellita, Dagoberto, Alaor e João.

Simbologia histórica

O projeto arquitetônico do palacete do Major Antônio Pedro Naves foi concebido por Francesco Palmério, italiano de Torre de Passeri. Palmério veio para Uberaba com um grupo de engenheiros, contratados na Itália, para trabalhar na Estrada de Ferro Cia Mojiana. Francesco era também topógrafo e teve muito serviço quando, em consequência do artigo da Constituição Republicana de 1891, os herdeiros de sesmarias tiveram que realizar partilhas entre os condôminos para regularizar a documentação.
foto do Palacete Naves - quadro a óleo, acervo pessoal de José de Oliveira Naves, filho de Dagoberto Naves, neto de Maria Rosa Naves e de Antônio Pedro Naves

Francesco naturalizou-se brasileiro e passou a assinar Francisco. Teve nove filhos, entre eles Mário Palmério, criador das faculdades que deram origem à Universidade de Uberaba. De seus projetos arquitetônicos, restavam apenas dois: o palacete de Antônio Pedro Naves e o palacete de Arthur Castro e Cunha, localizado na praça Rui Barbosa, ao lado da Câmara Municipal. Hoje, em 2003, só resta este último.

O executor do projeto de Palmério foi o construtor Miguel Laterza, responsável também pela edificação da Igreja São Domingos, pela antiga penitenciária (hoje Faculdade de Medicina) e várias casas na rua Segismundo Mendes.

Por carregar toda esta simbologia histórica e por ser um exemplo precioso de uma arquitetura projetada e construída por engenheiros das melhores escolas italianas, o palacete chamou a atenção do Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG) e foi registrado no Inventário de Proteção do Acervo Cultural de Minas Gerais (Ipac-MG) em 1987. O Ipac é um relatório de pesquisa cuja finalidade é rastrear, identificar e conhecer o acervo de todos os 853 municípios do Estado. O objetivo é formar um banco de informações para servir de instrumento à definição de políticas públicas de proteção ao patrimônio. No fichamento assinado pela arquiteta Denise Thomaz Teixeira, está escrito que "a edificação encontra-se em satisfatório estado de conservação. Apresenta descaracterização no porão, acesso principal, e outras de caráter reversível como o uso de anúncios publicitários nas fachadas". Era evidente que o palacete deveria ser restaurado e protegido. Era um dos mais importantes símbolos da formação histórica da cidade.



Descendentes de:
Maria Rosa Naves - a tia Maricota


1a Geração

1. Maria Rosa Naves - a tia Maricota nasceu em 1879 em Sacramento - MG e morreu em Out. 22, 1951 em Uberaba - MG.  Ela casou com seu primo, o Major Antônio Pedro Naves,  - o Tonico Naves em Nova Ponte - MG. 
Major Antônio Pedro Naves - o Tonico Naves, filho de Joaquim Naves Damasceno - 1º gemelar e Luiza Cândida De Jesus - ou Luíza Cândida de Todos Os Santos, nasceu em 1869 em Sacramento - MG e morreu em Out. 25, 1941 em Uberaba - MG.


Outros eventos na vida de Maria Rosa Naves - a tia Maricota

Enterro

Uberaba - MG; Cemitério São João Batista, quadra C, Sepultura 8.




Outros eventos na vida do Major Antônio Pedro Naves - o Tonico Naves

Profissão

Pecuarista - Introdutor do gado Zebu no Brasil


Enterro

Uberaba - MG; Cemitério São João Batista, quadra C, Sepultura 8.



Filho de Maria Rosa Naves - a tia Maricota e do Major Antônio Pedro Naves - o Tonico Naves

i.
2.
Ibrantina nasceu em Jul. 30, 1893 em Romaria - MG e morreu em data desconhecida.

ii.
3.
Rasma Naves nasceu em Mai 23, 1899 em MG e morreu em Abr. 4, 1969 em São Caetano do Sul - SP.

iii.
4.
Stellita Naves Junqueira morreu em Jul. 31, 1967 em Uberaba - MG.

iv.
5.
Dagoberto Naves morreu em Jul. 1978.

v.
6.
Alaor Naves nasceu em Out. 10, 1906 em Uberaba - MG e morreu em Out. 12, 1963 em Belo Horizonte - MG.

vi.
7.
João Naves nasceu em Out. 11, 1912 em Uberaba - MG e morreu em data desconhecida.



2a Geração (Filhos)

2. Ibrantina nasceu em Jul. 30, 1893 em Romaria - MG e morreu em data desconhecida. 

3. Rasma Naves nasceu em Mai 23, 1899 em MG e morreu em Abr. 4, 1969 em São Caetano do Sul - SP.  Ela casou com Azor Ferreira Santos. Azor Ferreira Santos, filho de Jesuino Alves Ferreira e Francisca dos Santos Ferreira, nasceu em 1897 e morreu em 1950.

Filho de Rasma Naves e Azor Ferreira Santos

i.
8.
Maria Da Conceição Naves Santos morreu em data desconhecida.

ii.
9.
Maria de Lourdes Naves Ventura morreu em data desconhecida.

iii.
10.
José Eduardo Naves Ferreira morreu em data desconhecida.

iv.
11.
Antônio Jesuino Naves Ferreira nasceu em Mai 5, 1931 em Uberaba - MG e morreu em data desconhecida.

v.
12.
Maria Rosa Naves Ferreira "Maria Rosa dos Santos Maneira" Maria Rosa Santos Maneira.

vi.
13.
Ana Maria Moraes Ferreira morreu em data desconhecida.

vii.
14.
Arnaldo de Moraes Ferreira morreu em data desconhecida.

viii.
15.
Armando Naves Ferreira morreu em data desconhecida.


4. Stellita Naves Junqueira morreu em Jul. 31, 1967 em Uberaba - MG.  Ela casou com José Ribeiro Junqueira. José Ribeiro Junqueira morreu em Ago. 12, 1967 em Uberaba - MG.


Outros eventos na vida de Stellita Naves Junqueira

Enterro

Uberaba - MG; Cemitério São João Batista, quadra D, Sepultura 762.




Outros eventos na vida de José Ribeiro Junqueira

Profissão

Pecuarista


Enterro

Uberaba - MG; Cemitério São João Batista, quadra D, Sepultura 762.



Filho de Stellita Naves Junqueira e José Ribeiro Junqueira

i.
16.
João Francisco Naves Junqueira nasceu em Mar. 2, 1930 em Uberaba - MG e morreu em Nov. 27, 2010 em Uberaba - MG.

ii.
17.
Luiz Ronaldo Junqueira.

iii.
18.
Luiz Antônio Naves Junqueira.


5. Dagoberto Naves morreu em Jul. 1978.  Ele casou com Aracy de Oliveira Naves. Aracy de Oliveira Naves morreu em Ago. 14, 1991.


Outros eventos na vida de Aracy de Oliveira Naves

Enterro

Uberaba - MG; Cemitério São João Batista, quadra J, Sepultura 342.



Filho de Dagoberto Naves e Aracy de Oliveira Naves

i.
19.
José de Oliveira Naves.

ii.
20.
Silvia Naves Adriano nasceu em Uberaba - MG.

iii.
21.
Maria Inácia Naves Rodrigues da Cunha - a Naná nasceu 1 APR em Uberaba - MG e morreu em Out. 5, 2006.

iv.
22.
Francisca Angela Naves Rodrigues da Cunha nasceu em Uberaba - MG.


6. Alaor Naves nasceu em Out. 10, 1906 em Uberaba - MG e morreu em Out. 12, 1963 em Belo Horizonte - MG.  Ele casou com Nina Cardoso Naves Após 1941. Nina Cardoso Naves, filha de José Cardoso Naves - Coronel e Maria Solira Cândida Naves - 1ª núpcias, nasceu em Abr. 11, 1917 em Monte Carmelo - MG e morreu em Abr. 10, 1989 em Belo Horizonte - MG.








Outros eventos na vida de Alaor Naves

Profissão

Advogado - Professor



Filho de Alaor Naves e Nina Cardoso Naves

i.
23.
Elizabeth Naves Dotti nasceu em Abr. 26, 1940 em Monte Carmelo - MG.

ii.
24.
Antônio José Cardoso Naves nasceu em Mar. 30, 1946 em Uberaba - MG.


7. João Naves nasceu em Out. 11, 1912 em Uberaba - MG e morreu em data desconhecida.  Ele casou com Leonor Dimas Naves. Leonor Dimas Naves nasceu em 1914 em Uberaba - MG e morreu em 2008 em Salvador - BA.


Outros eventos na vida de João Naves

Profissão

Vereador em Uberaba nas gestões 1959-1963,1963-1967.




Outros eventos na vida de Leonor Dimas Naves

Profissão

Ex-miss Uberaba - MG



Filho de João Naves e Leonor Dimas Naves

i.
25.
Maria Norma Naves nasceu em Abr. 24, 1934.



3a Geração (Netos)

8. Maria Da Conceição Naves Santos morreu em data desconhecida.  Ela casou com Walter Santos. Walter Santos, filho de Francisco dos Santos e Adozinda Porfirio dos Santos, nasceu em Jan. 12, 1913 em Araxá - MG e morreu em 1993.


Outros eventos na vida de Walter Santos

Profissão

Médico com especialização em Cirurgia e Clínica Médica.



Filho de Maria Da Conceição Naves Santos e Walter Santos

i.
26.
Walter Santos Jr.

ii.
27.
Maria Teresa Santos.

iii.
28.
Vânia Maria de Paiva.


9. Maria de Lourdes Naves Ventura morreu em data desconhecida. 

10. José Eduardo Naves Ferreira morreu em data desconhecida.  Ele casou com Maria de Lourdes A. Naves

Filho de José Eduardo Naves Ferreira e Maria de Lourdes A. Naves

i.
29.
Cassia Maria Andreucci Naves.

ii.
30.
Rosalia Maria Andreucci Naves.

iii.
31.
Inocência Maria Andreucci Naves.


11. Antônio Jesuino Naves Ferreira nasceu em Mai 5, 1931 em Uberaba - MG e morreu em data desconhecida.  Ele casou com Desconhecido


Outros eventos na vida de Antônio Jesuino Naves Ferreira

Profissão

Comerciante (1975)



Filho de Antônio Jesuino Naves Ferreira e Desconhecido

i.
32.
Ana Maria Naves de Camargo.

ii.
33.
Sônia Maria da Cunha Naves nasceu em São Paulo - SP.


12. Maria Rosa Naves Ferreira "Maria Rosa dos Santos Maneira" Maria Rosa Santos Maneira.  Ela casou com Olavo Martins Maneira

Filho de Maria Rosa Naves Ferreira "Maria Rosa dos Santos Maneira" Maria Rosa Santos Maneira e Olavo Martins Maneira

i.
34.
Antonio de Souza Naves.

ii.
35.
Maria do Carmo Maneira Barreto.

iii.
36.
Maria de Fátima Maneira França.

iv.
37.
Maria da Conçeição Maneira Andrade.

v.
38.
Maria de Lourdes Maneira Mesquita.

vi.
39.
Rosa Maria Maneira.

vii.
40.
Aires Armando Maneira.

viii.
41.
Olavo Maneira Jr..


13. Ana Maria Moraes Ferreira morreu em data desconhecida.  Ela casou com Jácomo Andreucci Filho em 1973. 


Outros eventos na vida de Ana Maria Moraes Ferreira

Separação do casal
1986





Outros eventos no relacionamento de Ana Maria Moraes Ferreira e Jácomo Andreucci Filho

Separação





14. Arnaldo de Moraes Ferreira morreu em data desconhecida.  Ele casou com Ethek Neves Ferreira

15. Armando Naves Ferreira morreu em data desconhecida.  Ele casou com Wilza Morais Ferreira

Filho de Armando Naves Ferreira e Wilza Morais Ferreira

i.
42.
Ana Maria Ferreira Andreucci.

ii.
43.
Arnaldo Morais Ferreira.


16. João Francisco Naves Junqueira nasceu em Mar. 2, 1930 em Uberaba - MG e morreu em Nov. 27, 2010 em Uberaba - MG.  Ele casou com Regina Maura Costa Junqueira


Outros eventos na vida de João Francisco Naves Junqueira

Profissão

Médico



Filho de João Francisco Naves Junqueira e Regina Maura Costa Junqueira

i.
44.
José Ribeiro Junqueira Neto.


17. Luiz Ronaldo Junqueira.  Ele casou com Cecília Junqueira

18. Luiz Antônio Naves Junqueira.  Ele casou com Martha Villela Martins Junqueira

19. José de Oliveira NavesEle casou na 1ª vez. Ele casou com Helena Aparecida Conde na a vez.  

Filho de José de Oliveira Naves

i.
45.
Rosana Naves Figueiredo nasceu em São Paulo - SP.

ii.
46.
Rodrigo Naves.



20. Silvia Naves Adriano nasceu em Uberaba - MG.  Ela casou com Osório Adriano Filho. Osório Adriano Filho, filho de Ozório Adriano da Silva e Maria Sabina da Silva, nasceu em Jul. 10, 1929 em Uberaba - MG.



Outros eventos na vida de Osório Adriano Filho

Profissão

Deputado Federal por Brasília (DF) (1990 e em 1994)



Filho de Silvia Naves Adriano e Osório Adriano Filho


i.
47.
Fernando Naves Adriano nasceu em 1966 em Uberaba - MG e morreu em Nov. 21, 2014 em Boa Esperança - MG.

ii.
47A.
Osório Adriano Neto.


21. Maria Inácia Naves Rodrigues da Cunha - a Naná1 nasceu 1 APR em Uberaba - MG e morreu em Out. 5, 2006.  Ela casou com Hugo Rodrigues da Cunha, filho de Orlando Rodrigues da Cunha e Laura Machado Borges





Outros eventos na vida de Maria Inácia Naves Rodrigues da Cunha - a Naná

Profissão

Estilista


Enterro

Uberaba - MG; Cemitério São João Batista, quadra J, Sepultura 342.











Outros eventos na vida de Hugo Rodrigues da Cunha

Profissão

 Empresário e produtor Rural; ex-Prefeito de Uberaba; Deputado Federal.






Filhos de Maria Inácia Naves Rodrigues da Cunha - a Naná e Hugo Rodrigues da Cunha
Foto: Arquivo pessoal de Patricia Naves Rodrigues da Cunha Mesquita




i.
48.
Helio Naves Rodrigues da Cunha.

ii.
49.
Júnia Naves Rodrigues da Cunha.

iii.
50.
Patricia Naves Rodrigues da Cunha Mesquita.

iv.
51.
Cristina Naves Rodrigues da Cunha Lima - a Cris Lima.





22. Francisca Angela Naves Rodrigues da Cunha nasceu em Uberaba - MG.  Ela casou com Carlos Alberto Rodrigues da Cunha. Carlos Alberto Rodrigues da Cunha nasceu em Uberaba - MG.

23. Elizabeth Naves Dotti nasceu em Abr. 26, 1940 em Monte Carmelo - MG.  Ela casou com Attilio Doti. Attilio Doti nasceu em Abr. 26, 1936 em Belo Horizonte - MG.


Outros eventos na vida de Attilio Doti

Profissão

Advogado



Filho de Elizabeth Naves Dotti e Attilio Doti

i.
52.
Attilio Naves Dotti.

ii.
53.
Patricia Naves Dotti.

iii.
54.
Claudia Naves Dotti.

iv.
55.
Andre Naves Dotti.


24. Antônio José Cardoso Naves nasceu em Mar. 30, 1946 em Uberaba - MG.  Ele casou com Roseli Fornazier Naves. Roseli Fornazier Naves nasceu em Set. 10, 1947 em Monte Carmelo - MG.

Filho de Antônio José Cardoso Naves e Roseli Fornazier Naves

i.
56.
Rodrigo Fornazier Naves nasceu em Belo Horizonte - MG.

ii.
57.
Daniela Fornazier Naves nasceu em Belo Horizonte - MG.

iii.
58.
Frederico Fornazier Naves nasceu em Belo Horizonte - MG.


25. Maria Norma Naves nasceu em Abr. 24, 1934.  Ela casou com Luiz Marques


4a Geração (Bisnetos)

26. Walter Santos Jr

27. Maria Teresa Santos

28. Vânia Maria de Paiva

29. Cassia Maria Andreucci Naves

30. Rosalia Maria Andreucci Naves

31. Inocência Maria Andreucci Naves

32. Ana Maria Naves de Camargo.  Ela casou com José Maria Bueno de Camargo

Filho de Ana Maria Naves de Camargo e José Maria Bueno de Camargo

i.
59.
Marco Aurelio Naves Camargo.

ii.
60.
Luiz Fernando Naves Camargo.


33. Sônia Maria da Cunha Naves nasceu em São Paulo - SP. 


Outros eventos na vida de Sônia Maria da Cunha Naves

Profissão

advogada



34. Antonio de Souza Naves

35. Maria do Carmo Maneira Barreto

36. Maria de Fátima Maneira França

37. Maria da Conçeição Maneira Andrade

38. Maria de Lourdes Maneira Mesquita.  Ela casou com Fernando Heibuth de Mesquita

39. Rosa Maria Maneira

40. Aires Armando Maneira

41. Olavo Maneira Jr.

42. Ana Maria Ferreira Andreucci.  Ela casou com Jácomo Andreucci Filho

Filho de Ana Maria Ferreira Andreucci e Jácomo Andreucci Filho

i.
61.
Ana Paula Andreucci.

ii.
62.
Ana Carolina Andreucci.


43. Arnaldo Morais Ferreira

44. José Ribeiro Junqueira Neto.  Ele casou com Edilayne Amaral Reis, filha de Valdomiro Balbino Reis e Onedete do Amaral Reis, em Jun. 9, 2007 em Uberaba - MG. 








45. Rosana Naves Figueiredo nasceu em São Paulo - SP.  Ela casou com Figueiredo










46. Rodrigo Naves




Outros eventos na vida de Rodrigo Naves

Profissão

Crítico de Arte











47. Fernando Naves Adriano nasceu em 1966 em Uberaba - MG e morreu em Nov. 21, 2014 em Brasília - DF.  Ele casou com Fernanda



Outros eventos na vida de Fernando Naves Adriano

Profissão

Administrador pela UDF e Engenheiro Civil pela UNICEUB; Presidente e criador do Grupo Brasal: concessionárias, imobiliárias, construções, postos de combustível e setor alimentício.


Filho de Fernando Naves Adriano e Fernanda

i.
61A.
Fernando.

ii.
61B.
Govanna.

iii.
61C.
Carolina.


47A. Osório Adriano Neto.  


48. Helio Naves Rodrigues da Cunha.  Ele casou com Desconhecido

49. Júnia Naves Rodrigues da Cunha.  Ela casou com José Carlos Prata Cunha. José Carlos Prata Cunha, filho de Torres Homem Rodrigues da Cunha, nasceu em 1948.




Outros eventos na vida de José Carlos Prata Cunha

Formação

Medicina Veterinária

Profissão

Empresário, Agronegócios, laboratório e biotécnologia; Central VR; Zebulândia; Comercial e Agropecuária Rodrigues da Cunha S/A


Filhos de Júnia Naves Rodrigues da Cunha e José Carlos Prata Cunha

i.
63.
Fernanda Prata Cunha nasceu em Mar. 7, 1979 em Uberaba - MG.

ii.
64.
Carolina Prata Cunha nasceu em Ago. 25, 1980 em Uberaba - MG.

iii.
65.
José Carlos Prata Cunha Júnior - o  Kalú.





50. Patricia Naves Rodrigues da Cunha Mesquita.  Ela casou com Renato Mesquita



Filho de Patricia Naves Rodrigues da Cunha Mesquita e Renato Mesquita

i.
66.
Renata Naves Rodrigues da Cunha Mesquita.

ii.
67.
Bruno Naves Rodrigues da Cunha Mesquita.





51. Cristina Naves Rodrigues da Cunha Lima - a Cris Lima.  Ela casou com Carlos Joaquim Lima






52. Attilio Naves Dotti


Outros eventos na vida de Attilio Naves Dotti

Profissão

Advogado



53. Patricia Naves Dotti


Outros eventos na vida de Patricia Naves Dotti

Profissão

Advogada



54. Claudia Naves Dotti


Outros eventos na vida de Claudia Naves Dotti

Profissão

Empresária



55. Andre Naves Dotti


Outros eventos na vida de Andre Naves Dotti

Profissão

Advogado



56. Rodrigo Fornazier Naves nasceu em Belo Horizonte - MG.  Ele casou com Mariana


Outros eventos na vida de Rodrigo Fornazier Naves

Profissão

Empresário



57. Daniela Fornazier Naves nasceu em Belo Horizonte - MG.  Ela casou com Ricardo


Outros eventos na vida de Daniela Fornazier Naves

Profissão

Servidora Pública Federal - Banco Central



58. Frederico Fornazier Naves nasceu em Belo Horizonte - MG.  Ele casou com Janine - 1ªs núpcias na 1a vez.  Ele casou com Marcia Scherer Naves - 2ªs núpcias na 2a vez. 


Outros eventos na vida de Frederico Fornazier Naves

Profissão

Engenheiro Civil




Outros eventos no relacionamento de Frederico Fornazier Naves e Janine - 1ªs núpcias

Divórcio





Filho de Frederico Fornazier Naves e Marcia Scherer Naves - 2ªs núpcias

i.
68.
Ana Luiza Scherer Naves.



5a Geração (Trinetos)

59. Marco Aurelio Naves Camargo

60. Luiz Fernando Naves Camargo

61. Ana Paula Andreucci

61A. Fernando

61B. Govanna


61C. Carolina

62. Ana Carolina Andreucci

63. Fernanda Prata Cunha nasceu em Mar. 7, 1979 em Uberaba - MG.  Ela casou com Marcus Vinícius Settani em Mai 19, 2012. 




Outros eventos na vida de Fernanda Prata Cunha

Profissão

Publicitária, FPC Comunicação; Grupo VRJC.




64. Carolina Prata Cunha nasceu em Ago. 25, 1980 em Uberaba - MG.  Ela casou com Elvis Umar Buchalla em Abr. 4, 2009 em Araçatuba - SP. Elvis Umar Buchalla, filho de Umar Said Buchalla e Catarina Mazziotti Buchalla, nasceu em Dez. 27, 1978 em Ribeirão Preto - Sp.



Outros eventos na vida de Carolina Prata Cunha

Profissão

Aministradora de Empresas




Outros eventos na vida de Elvis Umar Buchalla

Profissão

Empresario







65. José Carlos Prata Cunha Júnior - o  Kalú.  Ele casou com Gabriela Souza Prata Tibery Pietraroia - a Gá




Outros eventos na vida de José Carlos Prata Cunha Júnior - o  Kalú

Profissão

Empresário, Agronegócios.




Outros eventos na vida de Gabriela Souza Prata Tibery Pietraroia - a Gá

Profissão

Administradora de Empresas e Hoteleira



Filho de José Carlos Prata Cunha Júnior - o  Kalú e Gabriela Souza Prata Tibery Pietraroia - a Gá

i.
69.
José Orestes Tibery Pietraroia Prata Cunha nasceu em Out. 28, 2013 em Araçatuba - SP.



66. Renata Naves Rodrigues da Cunha Mesquita

67. Bruno Naves Rodrigues da Cunha Mesquita

68. Ana Luiza Scherer Naves


6a Geração (Tetra(2netos)

69. José Orestes Tibery Pietraroia Prata Cunha nasceu em Out. 28, 2013 em Araçatuba - SP, no Hospital da Unimed, às 12hs12min, pesando 3.550 gramas e 50 cm.









O núcleo familiar de Maria Rosa Naves - a tia Maricota, matriarca do ramo familiar no estudo acima, além de seus pais, João Naves Damasceno e Maria Abadia Naves, contava com 9 irmãos; destes, 7 homens e 2 mulheres, conforme relação:
(Clique nos links para direcionar às páginas publicadas)


i.
2.
Joaquim Custodio Naves nasceu Antes de 1864 em Sacramento - MG e morreu em data desconhecida.




ii.
3.
Antônio Naves Damasceno nasceu em 1865 em Sacramento - MG e morreu em Ago. 6, 1935 em Barretos - SP.

(Ramo fixou-se em Uberaba/MG, Barretos/SP, Araçatuba/SP, Ituverava/SP e São Paulo/SP)




iii.
4.
(Ramo fixou-se principalmente em Uberlândia/MG)



iv.
5.
José Naves da Cunha - o tio Zéquinha nasceu em Jan. 15, 1871 em Sacramento - MG e morreu em Mai 16, 1942.

(Ramo fixou-se principalmente em Londrina/PR, Curitiba/PR e São Paulo/SP)




v.
6.

(Ramo fixou-se principalmente em Araguari/MG, Uberlândia/MG e Brasília/DF)




vi.
7.
Maria Rosa Naves - a tia Maricota nasceu em 1879 em Sacramento - MG e morreu em Out. 22, 1951 em Uberaba - MG.

(Ramo fixou-se em Uberaba/MG, Araçatuba/SP, São Paulo/SP e Londrina/PR)




vii.
8.
Josina Naves - a Tuta nasceu em Sacramento - MG e morreu em data desconhecida.

(Ramo fixou-se principalmente em Romaria/MG, Araxá/MG e Belo Horizonte/MG)




viii.
9.
João Naves da Cunha nasceu em 1888 em Uberaba - MG e morreu em Out. 8, 1960 em Jataí - GO.

(Ramo fixou-se principalmente em Uberaba/MG, Jataí/GO, Tangará da Serra/MT, Buriti Alegre/GO e Goiânia/GO)







Nota do autor -

Jornal Revelação, da UNIUBE - Universidade de Uberaba/Curso de Comunicação Social – Jornalismo (texto de André Azevedo), ressaltando a necessidade de preservação de imóveis históricos, patrimônio cultural da cidade de Uberaba e do estado de Minas gerais, fez importante referência destacando o Palacete de Antônio Pedro Naves:
“Resultado de três meses de pesquisa em documentos públicos, processos administrativos e judiciais, cartórios, arquivos pessoais, além de entrevistas com os principais envolvidos, a reportagem procurou esboçar os bastidores de um caso que provocou muita discussão em Uberaba: a demolição do Palacete de Antônio Pedro Naves, imóvel tombado provisoriamente pelo conselho de patrimônio histórico da cidade.




Matérias publicadas neste blog referentes aos descentes do casal Maria Rosa Naves e Major Antônio Pedro Naves:

Cap. VI, § 7º - João Naves Damasceno_6.7. cc. Maria da Abbadia Naves



NOTA DO EDITOR:
Abilon Naves
O Blog Família Naves - Projeto Árvore Genealógica agradece todas as informações que possam aperfeiçoar e ampliar nossos objetivos. Envie-nos um email com suas opiniões e informações.

blogfamilianaves@hotmail.com

  • Fique informado sobre as publicações do Projeto Blog Família Naves. Seja um membro do blog clicando em "Seguidores", no botão >>> "Participar deste site" <<< localizado na aba à esquerda do blog. 
  • Relacione o seu nome completo, de seus pais, avós, email e
    receba o formulário "Folha do Grupo de Família" para inserção de seus dados no BLOG Família Naves - Projeto Árvore Genealógica
  • Inclua essa publicação em sua página social (Facebook, etc.) acessando o link abaixo, através dos botões.

9 comentários:

  1. obrigado pelas as informaçoes contidas neste blog. meu nome e ademir nunes naves sou filho (afranio ferreira naves, neto de epaminondas ferreira naves eluiza naves)sei muito pouco sobre minha familha gostaria muito de conhecer melhor a historia de meus antencedentes quem souber de alguma informaçao por favor me informa pois quero forma uma arvore geneologica.ademirnavesjphs@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Olá Ademir!
    Bem-vindo ao blog família NAVES.
    Estamos encaminhando um email c/ maiores detalhes.
    Aguardamos seu contato; e, complemente suas informaçoes de seus familiares próximos (pais,irmãos, tios, primos...), com datas e locais de nascimento, casamento, etc.
    Recomende o blog no Google e "Compartilhe" com os demais primos em sua página pessoal, através dos botões, acima, precedente ao título "comentários".
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Olá, me chamo Josiane Dos Reis Naves, filha de Vitor Dos Reis Naves e Maria do Carmo Naves, neta de Otacilio Naves e Anesia Naves, da cidade de Sao Tomaz De Aquino MG, irmãs: Maria Dos Reis Naves, Edilson Dos Reis Naves, Vitor Dos Reis Naves Junior, Josilene Conçeição Naves, Cristiane
    Dos Reis Naves.(ufaa) Pesquiso muito sobre essa maravilhosa familia e tenho verdadeira paixão. Gostaria muito de mais informações, meu email é josianereis29@hotmail.com . Estarei divulgando o blog. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá prima Josiane,

      Aguardamos a resposta ao email que lhe foi enviado aos 15.04.2014, referente ao email encaminhado aos 10.01.2014

      Grande e Fraterno Abraço.

      Excluir
  4. Meu nome é Marcelo Hueb Cecilio Naves Bruno, filho de Marcelo Naves Bruno e Andrea Hueb Cecilio Naves Bruno, irmão de Orlando Hueb Cecilio Naves Bruno, neto de Maria Inês Naves Bruno e Albano Bruno. Minha avó Maria Inês Naves Bruno é filha de Dagoberto Naves e Aracy de Oliveira Naves, dos quais sou bisneto. Moro em Uberaba-MG e tenho orgulho de carregar no nome a genealogia da FAMÍLIA NAVES. Estou disposto a fornecer-lhe os dados completos da minha família. Meu e-mail é marcelohcnbruno@gmail.com. Um abraço. Saudações de NAVES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola primo Marcelo.

      Ficamos felizes com a sua participação no projeto ”Blog Família Naves - Árvore Genealógica".

      Seu núcleo e ramo na árvore família Naves está perfeitamente entroncado/ ligado à nossa árvore genealógica Família Naves. No entanto, ainda existem muitas lacunas e para complementos, sendo necessárias algumas informações atualizadas sobre registros de seu núcleo familiar, bem como de outros próximos ao seu, conforme formulário/relatório "Folha de Grupo de Família", anexo, que deverá ser complementado com as informações faltantes.

      Seu ramo de família, descendente do 6º filho do patriarca João Naves Damasceno Cc. Anna Vittoria de São Thomé (mesmo ramo que o meu) poderá ser visualizado acessando o link:

      http://familiaresnaves.blogspot.com.br/2008/11/captulo-vi-jos-francisco-naves-6-cc.html

      O projeto Blog Família Naves agradece todas as informações que possam aperfeiçoar e ampliar nossos objetivos. Envie-nos um email com suas opiniões e informações.

      Fique informado sobre as publicações do Projeto Blog Família Naves. Seja um membro do blog clicando em "Seguidores", no botão >>> "Participar deste site. Agradecemos o apoio e a participação.

      Grande e Fraterno Abraço do primo,

      Abilon Naves

      - blogfamilianaves@hotmail.com
      - http://www.familiaresnaves.blogspot.com
      - http://familiaresnaves.blogspot.com.br/2012/01/blog-familia-naves-ultrapassa-marca-de.html
      - https://www.facebook.com/abilon.naves

      Excluir
    2. Email encaminhado, contendo 02 anexos.

      Excluir
  5. Abilon Naves meu nome é Rosália Maria Andreucci Naves de Andrade. Faço parte da 3ª geração da família de Maria Rosa Naves - Tia Maricota. Sou filha de Jose Eduardo Naves Ferreira falecido em 06 de dezembro de 1996 e Maria de Lourdes Andreucci Naves falecida em 30 de abril de 1997. Tenho 3 filhos.
    Diego Naves de Andrade casado com Denise Silva Andrade e Bruna Naves de Andrade e Olivia Naves de Andrade. Adorei as informações. Vou tentar acessá-lo no facebook. . Vou fazer algumas correções com relação aos meus tios . Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi prima Rosália,
      Ficamos felizes com sua participação no BLOG Família Naves – Projeto Árvore Genealógica, que tem a finalidade de estabelecer a genealogia da família e dispor conhecimentos sobre os antepassados comuns.

      Confirme seu EMAIL e lhe será encaminhado o relatório “Folha do Grupo da Família” para complementos dos registros no BLOG Família Naves – Projeto Arvore Genealógica.
      Envie para blogfamilianaves@hotmail.com

      Grande e fraterno abraço.
      Abilon Naves
      Editor do BLOG Família Naves – Projeto Árvore Genealógica
      http://familiaresnaves.blogspot.com/2008/11/1-joo-naves-damasceno68-cc-maria-abadia.html

      Excluir