segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Conhecendo e Participando do Projeto Árvore Genealógica - Blog Família Naves


- Atualizado aos 11 de junho de 2016 -


O blog Família Naves, criado em Novembro de 2008, ultrapassa a marca de 28.300 visualizações já na virada do ano 2011/12.


Considerado um feito extraordinário, na categoria, o blog Família Naves alcançou, então, em apenas 3 anos de existência, a marca de 28.300 acessos. 



O blog FN trata exclusivamente de assuntos de interesses específicos de família, genealogia e história. É dirigido a uma determinada e reduzida parcela de leitores internautas que navegam na comunidade virtual.






O Blog Família Naves tem por objeto de pesquisa o Projeto Árvore Genealógica, objetivado o ordenamento de informações envolvendo os membros que compõem a árvore genealógica Família Naves, tronco JOÃO NAVES DAMASCENO cc ANNA VITTORIA DE SÃO THOMÉ, com a finalidade de estabelecer a genealogia da família e dispor conhecimentos sobre os antepassados comuns.
(vide “Os Naves na Comarca do Rio das Mortes”, in http://familiaresnaves.blogspot.com/2008/11/braso-de-armas-da-famlia-naves.html).





Como suporte para publicação de matérias cujo assunto venha a abordar algum ramo familiar Naves o blog conta com um software genealógico, onde os registros previamente inseridos são ordenados em linguagem e formato genealógico que após conferidos e analisados podem vir a ser publicados.

É oportuno dizer que, mesmo após várias triagens, alguns dados publicados podem ser passíveis de retificação ou complemento; daí a importância da colaboração de todos em apontar possíveis discrepâncias que possam surgir.



  • Como participar do Blog Família Naves - Projeto Árvore Genealógica?


R - Todos, indistintamente, poderão participar do Blog Família Naves - Projeto Árvore Genealógica. Para tanto, basta relacionar o seu núcleo familiar, com o seu nome completo, de seus pais, irmãos, avós, bisavós, acompanhado de data de nascimento, casamento, óbito ou qualquer outro evento importante sobre a pessoa.
Siga os passos:
- Envie um E-mail para blogfamilianaves@hotmail.comcontendo os seguintes dados:

  1. Seu nome completo;
  2. Nome de seu pai;
  3. Nome de sua mãe;
  4. Nome de seu avô e avó paterno;
  5. Nome de seu avô e avó materno.
(não tem problema caso não tenha certeza do nome de seus avós, se possível escreva o 1º nome ou o nome/apelido do qual é/era conhecido/a)


  • Poderá ser feita alguma inclusão de nome diretamente no Blog?


R - Não, toda a informação deverá ser enviada ao blog, através de "Comentários" ou ao email blogfamilianaves@hotmail.com


  • Quantas pessoas existem registradas no Blog Família Naves - Projeto Árvore Genealógica?


R - Aos 23 de maio de 2014, 07hs30min, am, contamos com 16.661 pessoas, distribuídas em 5.843 famílias, documentadas oficialmente, à partir do ano de 1655, no Brasil; e, à partir do ano de 1622 em Algodres, Portugal.




  • A família NAVES tem esse nome porque eram navegantes ou porque eram construtores de barcos, navios ou naves flutuantes?


R - NÃO. Essa premissa não se sustenta, faz parte do rol das lendas urbanas. Se não, Vejamos:
NAVES, Navas e Navios - José Cunha Oliveira - de Coimbra, PT, em seu Blog: "toponímia galego-portuguesa e brasileira" aventa o seguinte postulado - "As primeiras aparências enganam. Estes topónimos não tenhem nada que ver com barcos nem com a navegação. Estão, antes, relacionados com a oronímia e derivam de uma raiz proto-indo-europeia, muito espalhada por todo o norte da Península Ibérica, França, Suíça e Itália, que significa um "lugar plano entre montanhas". Apesar da sua dispersão e antiguidade, tem poucas variações regionais e dialetais.não se confunde com o céltico "navia"(*) - que originou hidrónimos como "Nabão", "Navia" (Gz.) e "Neiva"(*) mas pode haver uma relação entre "nava"/"nave" e "navia": as "navas" ou "naves" são lugares úmidos, de junção de águas que descem dos cumes dos montes e, por isso, de nascimento de rios."



  • Também é lenda a estória de "três irmãos" Naves que desembarcaram no Brasil (em Porto Seguro/BA; em Santos/SP e em Santa Catarina) e formaram famílias ?
R - Essa é a lenda mais fora de propósito que pode haver. Primeiramente, os NAVES chegaram ao Brasil em Caravelas, pois inexistiam embarcações movidas à vapor, tão pouco existiam portos nos locais nominados por essa absurda lenda. Na verdade, por falta de informação e simplicidade dedutiva, as pessoas tendem a traçar um paralelo dos NAVES com alguma corrente migratória à partir do séc. XIX e XX.
Nunca é demais lembrar que à época da vinda da família Real ao Brasil, em 1808, os NAVES já estavam no Brasil a pelo menos 160 (cento e sessenta) anos, ou seja, mais de 05 (cinco) gerações (1.filho; 2.pais; 3.avós; 4.bisavós; e, 5.trisavós ...)


  • Qual o antepassado mais remoto conhecido que assina NAVES?


R - É Balthazar de Almeida Naves casado com Maria Sebastiana Naves, nascidos em data calculada de 1600, em Algodres da Serra da Estrela, Atual Distrito da Guarda, Bispado de Viseu, Portugal.




  • Qual o primeiro NAVES documentado no Brasil?


R - Até então, oficialmente, temos o registro do casamento de João de Almeida Naves cc. Maria da Silva Leite - casamento em 1655, em Santana de Parnaíba - SP.



João de Almeida Naves , filho de Balthazar de Almeida Naves cc. Maria Sebastiana Naves.





  • A família Naves é uma só em todo o Brasil?
R - Sim, a família Naves é uma única família. Todos todos os Naves nascidos no Brasil são descendentes de Balthazar de Almeida Naves casado com Maria Sebastiana Naves, nascido por volta de 1600, em Portugal.






R - Porque todos os Naves conhecidos, atualmente, são descendentes deste único casal.




R - É somente uma questão de referência histórica. Diferentemente do imigrante aportado no Brasil, em um páis "pronto", após a 1ª Guerra Mundial, no início do séc. XX, em busca de novas oportunidades ou em fuga das privações decorrentes da guerra, os colonizadores, assim denominados, vieram construir o Brasil à partir de 1530, dando início a era colonial brasileira. em um período compreendido até a "Vinda da Família Real" ao Brasil, em março de 1808. A partir desta data (março de 1808), o Blog Família Naves considera como imigrantes todos que aqui, em solo brasileiro, aportam com a finalidade de se estabelecerem.






R - Uma parcela era formada por nobres, mas não primogênitos (1º filho), vez que a lei de sucessão em Portugal privilegiava somente o 1º filho, a quem cabia toda a herança da família; sendo que, aos demais herdeiros cabia somente o nome honorífico da família, contudo, sem direito aos bens materiais. Sendo assim, aos nobres, não primogênitos, lhes eram concedidos títulos em terras, a serviço da corôa portuguesa, em todas as possessões portuguesas, a fim de conseguirem riqueza. No Brasil foi através das capitanias hereditárias que os nobres, juntamente com seus agregados (parentes e afins) formam uma parcela daqueles colonizadores.

- Outra parcela considerável foram aquelas famílias, bem possuídas ou não, decorrentes da diáspora e perseguições religiosas, "expulsos de Lisboa" vieram com suas famílias e parentes colonizar o Brasil. Estes, na grande maioria, eram pequenos comerciantes, artífices, alfaiates, sapateiros, ferreiros, construtores, pedreiros,  homens com conhecimentos das letras e da ciência.




  • Matérias relacionadas:



- Homônimos na Família Naves

http://familiaresnaves.blogspot.com.br/2012/05/homonimos-na-familia-naves.html




Os toponímios“NAVES" e "DAMASCENO”

http://familiaresnaves.blogspot.com.br/2009/03/relacao-dos-toponimios-naves-damasceno.html




Por que foi titulado como “patriarca” o nosso ancestral João Naves Damasceno?

http://familiaresnaves.blogspot.com.br/2010/09/questinamentos-3-por-que-foi-titulado.html




O "Rei Pelé" - Edson Arantes do Nascimento é NAVES?

http://familiaresnaves.blogspot.com.br/2010/05/questinamentos-2-o-rei-pele-edson.html




Os NAVES e as relações de parentesco e compadrio

http://familiaresnaves.blogspot.com.br/2010/04/questionamentos-os-naves-e-as-relacoes.html






http://familiaresnaves.blogspot.com.br/2013/04/filme-completo-o-caso-dos-irmaos-naves.html


¨



NOTA DO EDITOR:
Abilon Naves
O Blog Família Naves - Projeto Árvore Genealógica agradece todas as informações que possam aperfeiçoar e ampliar nossos objetivos. Envie-nos um email com suas opiniões e informações.

blogfamilianaves@hotmail.com


  • Fique informado sobre as publicações do Projeto Blog Família Naves. Seja um membro do blog clicando em "Seguidores", no botão >>> "Participar deste site" <<< localizado na aba à esquerda do blog. 
  • Relaciona o seu nome completo, de seus pais, avós, email e receba o formulário "Folha do Grupo de Família" para inserção de seus dados no BLOG Família Naves - Projeto Árvore Genealógica
  • Inclua esta publicação em sua página social (Facebook, etc.) acessando o link abaixo, através dos botões.




Brasão Família Naves
(corrigido de acordo com as normas heráldicas)